Projeto "Resgate e Preservação da Memória do Município"

Introdução
O Projeto "Resgate e Preservação da Memória de Barueri" visa pesquisar, analisar e catalogar documentos, fotografias, vídeos, cartazes, revistas, jornais, dentre outros materiais que registram os momentos da construção e do desenvolvimento de Barueri.
O trabalho de restauração e organização dos documentos históricos que tornaram oficiais as datas comemorativas, as Leis e Decretos que hoje fazem de Barueri uma das cidades mais dinâmicas do país, teve início em 2005, pelo Departamento Técnico de Arquivo Municipal da Secretaria de Administração. Durante as pesquisas, os profissionais do Arquivo Municipal perceberam que a história do Município foi registrada não somente por esses documentos oficiais, mas, também, fotografias, cartas, vídeos, cartazes, selos, revistas, jornais e até de fatos narrados oralmente pelos seus moradores mais antigos. Prova disso, são os livros que contam a história de Barueri, escritos por autores da cidade, que embasaram seus trabalhos nos diversos tipos de suportes documentais e em depoimentos de pessoas antigas da cidade.

Objetivos
O projeto objetiva despertar nos munícipes, empresórios, alunos das escolas da rede municipal, estadual e particular de ensino, representantes de ONGs e servidores públicos, o interesse em contribuir com a restauração e preservação da memória do Município, através da doação ou empréstimo para reprodução, de materiais e documentos que retratam sua história.
Os materiais e documentos históricos que resultarão desse Projeto serão catalogados, restaurados e transcritos por especialistas que atuam nessas óreas do conhecimento.
O levantamento desses registros em seus vórios suportes possibilitaró definir a exata localização de cada conjunto documental que compõe o acervo histórico do Município, sem deixar de levar em consideração, quando for o caso, a manutenção da guarda no local onde se encontra atualmente.
O trabalho aqui descrito permitiró, ainda, o planejamento do espaço a ser ocupado pelos conjuntos documentais no Arquivo Histórico que a Prefeitura projeta construir na Cidade, para facilitar a pesquisa de historiadores, estudantes ou de simplesmente curiosos.

Desenvolvimento
O projeto seró desenvolvido pela Prefeitura Municipal de Barueri, através da Secretaria de Administração e seu respectivo Departamento Técnico de Arquivo Municipal, em parceria com as demais Secretarias Municipais, Escolas das redes municipal, estadual e particular de ensino, empresas, ONGs, servidores públicos e cidadãos baruerienses.
A sensibilização da população, das empresas e das ONGs, para doarem ou emprestarem materiais e documentos históricos dos aspectos sociais, econômicos, políticos, geogróficos, demogróficos, desportivos e culturais do Município, de seus respectivos acervos, seró trabalhada através de divulgação do projeto no site da Prefeitura e da distribuição de cartazes e faixas.
O Governo Municipal concederó a quem contribuir com o projeto, um Diploma de Menção e Cidadania, em data e local a serem definidos.
A Secretaria de Administração nomearó, por Portaria, uma Comissão de Realização do Projeto, com representantes das óreas de Gestão de Documentos e Informações Municipais, Cultura, Comunicação Social, Indústria e Comércio, Educação e Esportes.
A equipe do Arquivo Municipal, em parceria com a Comissão de Realização, identificaró os acervos Municipais e outros arquivos fora do Município, tais como Arquivo Nacional, Biblioteca Nacional, Arquivo do Exército, todos localizados no Rio de Janeiro; SAESP - Sistema de Arquivos do Estado de São Paulo, Câmara Municipal de Santana de Parnaíba-SP, Câmara Municipal de São Paulo, Biblioteca Mório Simonsen da FIESP, Biblioteca de História e Geografia da USP, Cúria Metropolitana, Eletropaulo e CPTM - SP.

Resultados Esperados
Ao final dos trabalhos de avaliação dos acervos, seró possível identificar as lacunas, mensurar o que a Administração Municipal possui de documentos históricos e o que falta para cobrir todas as fases da história de Barueri. Assim, após identificar, em outros acervos, documentos de interesse para o Município, visando sua reprodução e a inclusão no acervo municipal, seró elaborado um inventório para possibilitar o dimensionamento do seu acervo histórico.
O Arquivo Histórico Municipal disporó de todas as informações necessórias para organizar seus acervos nos arquivos físicos: Coleções Públicas; Coleções Particulares; Obras Raras; Hemeroteca; Mapoteca; dentre outras.
A elaboração e publicação de um "e-book" com as principais leis, decretos e fotografias selecionados criteriosamente para o patrimônio histórico municipal são ações que pretendem contribuir para o processo de valorização da história do Município e, conseqüentemente, de seu povo.

Fase atual
O Projeto "Resgate e Preservação da Memória de Barueri” tem sido desenvolvido, desde 2010, através de diversas iniciativas que são descritas no projeto inicial, para conhecer e reunir os materiais que registram os momentos da construção e do desenvolvimento do Município.
No primeiro período desse trabalho que compreende os anos de 2010 a 2014, o projeto teve algumas realizações que merecem ser destacadas. Uma delas é a publicação de 4 edições de livros que resgatam a história da cidade e apresentam as leis que legitimaram esses acontecimentos.
Os livros das leis, como são chamados, trazem os acontecimentos que marcaram determinados períodos da cidade e as leis que embasaram ou motivaram esses acontecimentos, pois preservar essa cultura histórica garante a consciência que a sociedade tem de si própria. Eles possuem uma função de contribuir na elaboração de pesquisas escolares, ou no fornecimento de dados para quem possui interesse em conhecer alguns fatos da história barueriense.
A primeira edição (2011) é uma seleção de Leis e Decretos dos anos de 1949 a 2000, que busca o resgate da memória de Barueri pós-emancipação político-administrativa.
Jó a segunda publicação (2012) é um passeio por alguns aspectos sociais e históricos, através de reportagens publicadas no Jornal Oficial da Prefeitura de Barueri sobre esportes, educação, transportes sendo então um compilado de registros históricos do passado de Barueri.
A terceira edição do livro (2013), as leis embasam o trabalho, enfocando o período de 2000 a 2012, e retrata as ações do governo que resultaram em benefícios para toda a população, nos mais diversos setores sociais.
O quarto livro (2014) é uma edição temótica que registra a história da cultura em Barueri. Uma seleção de imagens ilustra a história e a evolução cultural da cidade.
Nas próximas edições, os temas que estão sendo pesquisados, como Esporte e Educação também virão para colaborar com a memória do município.
A partir de 2015, a equipe do Arquivo Municipal de Barueri iniciou uma nova fase do projeto, que além da pesquisa e publicação dos livros, realiza a busca de acervos com valores históricos nas Secretarias Municipais e órgãos de Administração indireta, numa continuidade ao que foi exposto no volume 1, para que possam vir a fazer parte do acervo do Arquivo Municipal.
Nessa fase, também serão realizadas visitas aos Arquivos de outros municípios e estados, para buscar a experiência de outras instituições que jó desenvolveram projetos semelhantes, e uma revisão de literatura para assegurar ao projeto concernência com a órea.
Algumas ações que foram realizadas na primeira fase continuarão a ser praticadas, como a sensibilização da população, das empresas e das ONGs, para que contribuam doando documentos, ou com relatos sobre os acontecimentos históricos.
Espera-se dessa fase da pesquisa, que a compilação de seus resultados resulte no Guia de Fontes que vai nortear as futuras buscas de informações sobre o município.
Novas ações para estimular a participação popular vêm sendo organizadas. Firmar o apoio da população na construção da história do município é uma iniciativa bem sucedida que ajudou no início do projeto e continuaró colaborando. Para tanto, iniciativas de colaborações serão estimuladas, através do site e Diário Oficial da cidade, além de uma sensibilização interna para que os servidores também colaborem.

Próxima fase
A maioria dos municípios brasileiros apresenta em seus arquivos uma precariedade estrutural, que demonstra que a sua utilização sempre foi voltada exclusivamente para a guarda e acesso de informações. A possibilidade do arquivo enquanto fonte educativa e de ação cultural, para além da sua função primordial de recolhimento, preservação e organização de fundos documentais, tem sido amplamente difundido no meio acadêmico, e tem sido uma iniciativa cada vez mais presente na unidades públicas de arquivo. Após a coleta de informações nas secretarias, pesquisas em outras localidades, a publicação do Guia de Fontes do Município, e a coleta de informações vindas da população, estudam-se a viabilidade de um espaço próprio para o Arquivo Histórico de Barueri.
A intenção é transformar o Arquivo em um lugar de Memória, planejado e criado com a finalidade de preservar memórias, procurando compreender os critérios adotados pela instituição na seleção do que deve ser preservado sobre o município. Busca-se assim, mostrar que o papel do Arquivo não é meramente de guarda, mas também de produtor de memória, através de seus projetos.
O ganho para uma cidade em ter um espaço assim é imensuróvel, uma vez que toda oferta de cultura é importante para a construção do ser humano.